home | news

Post

Gestão de processos na construção civil: o que é e qual a sua importância

imagem postagem
14/01/2020

Se eficiência é o que toda empresa persegue para aumentar a lucratividade e crescer ainda mais, a gestão de processos pode ser um de seus pontos de partida. No competitivo mercado da construção civil, essa metodologia ganha uma importância ainda maior podendo otimizar em muito o projeto de obras dos mais variados portes e finalidades.

Tem dúvidas sobre o que é gestão de processos, por que é tão importante para o gerenciamento de obras e quais suas principais etapas? Pois nós estamos aqui para esclarecer todas elas. Acompanhe este artigo para saber mais sobre o assunto.
 

O que é gestão de processos?


Como antecipamos no início deste post, a gestão de processos é uma metodologia de gerenciamento que ajuda a elevar o desempenho da empresa. Portanto, pode ser aplicada tanto na indústria manufatureira quanto na prestação de serviços. Seu foco é promover a implementação de melhorias contínuas que ajudam a otimizar resultados.

Mas, diferente dos processos de decisão estratégica, desempenhados pela alta direção, os processos operacionais se referem a atividades de rotina (repetitivas) realizadas pela empresa no dia a dia. Por isso mesmo, envolve a interação entre os mais diversos departamentos, seções e setores.

Com o apoio dessa disciplina, o gestor pode analisar, padronizar e melhorar operações empresariais e, com isso, estimular os colaboradores a participarem com ainda mais proatividade dos processos. Um estímulo que não só aumenta a qualidade e a eficiência do negócio, mas também a motivação da equipe e a assertividade dos trabalhos.

Você deve estar se perguntando sobre as vantagens da gestão de processos para a sua empresa? Aqui vão algumas delas:
  • alcançar os objetivos organizacionais;
  • aumentar a produtividade da equipe de trabalho, dando mais coerência a todas as etapas produtivas;
  • melhorar a qualidade do produto final e, assim, o atendimento às necessidades dos clientes;
  • reduzir cronogramas e custos operacionais desnecessários;
  • e gerar mais valor para o cliente, impactando, por consequência, no aumento da competitividade do negócio no mercado em que se insere.

Qual é a importância da gestão de processos para o gerenciamento de obras?


Como você já deve estar imaginando, a gestão de processos na construção civil é como uma mola propulsora para um gerenciamento de obras de sucesso. Reduz os riscos de erros, aumenta a visibilidade de possíveis equívocos antes mesmo que se tornem prejuízos financeiros, e aumenta a motivação para melhorias.

Pode evitar atrasos, cálculos equivocados, erros em execuções e outros problemas decorrentes de processos desalinhados. Por consequência, ajuda a mudar percepções negativas do setor, como a baixa produtividade, alto custo construtivo, mão de obra desqualificada e incertezas quanto a prazo e qualidade do produto final.

Sem ela, os riscos de erros são mais altos e fica quase impossível gerar um diferencial competitivo para a construtora ou incorporadora. Ou seja, a empresa pode ficar para trás ao não ter funcionários familiarizados com os processos e não entregar um valor diferenciado no produto ofertado ao cliente. 

Então, tão importante quanto fazer um planejamento de obras eficiente é integrar a equipe com os sistemas e processos para manter tudo alinhado e evitar perdas geradas pelo desperdício, ociosidade e retrabalhos. Até mais do que isso: conquistar a qualidade desejada, com uma maior produtividade e menor custo envolvido.

Confira alguns dos resultados vantajosos da gestão de processos na construção civil:
  • atende às necessidades do cliente;
  • aumenta a visão do negócio;
  • balanceia funções;
  • fornece um mapeamento do processo crítico de cada obra, servindo como base para a avaliação de sistemas de informações a serem implantados;
  • melhor utilização dos recursos cabíveis;
  • melhora a comunicação entre funcionários;
  • reduz custos administrativos da empresa;
  • simplifica as mudanças;
  • e torna os processos mais claros e bem definidos.
Embora existam no mercado diferentes metodologias de gerenciamento de processos uma das mais conhecidas se iniciou com a IBM em 1990. Um processo que envolve três fases:

1. Definição do processo

Considerando que cada atividade tem um número de tarefas e processos, é na primeira fase que ocorre a identificação de clientes e definição de processo crítico.

Durante esta fase é preciso organizar o trabalho, caracterizar o cliente, mapear o processo e estabelecer prioridades: Um momento para descrever as atividades com detalhes sobre como os processos são executados e para que se obtenha uma visão clara da atual situação do processo.

2. Análise do processo

É durante a análise do processo que devem ser verificadas as atividades mais importantes para o cliente. Uma fase que envolve etapas como benchmarking, alternativas de soluções e aprovação.

No benchmarking, são comparados os melhores processos com aqueles que precisam ser controlados para produzir resultados superiores: Uma oportunidade para estimular a criatividade e a interação entre os membros da equipe em prol da satisfação do cliente. Afinal, o trabalho se baseia em suas necessidades e exigências.

Na etapa de alternativas de soluções são identificadas as prováveis causas dos problemas relacionados ao baixo desempenho, o que também ajuda a gerar insights sobre soluções possíveis para que o desempenho do processo seja melhorado.
Já na aprovação, o plano de melhorias deve ser documentado e entendido por todos os profissionais envolvidos.

3. Melhoria do processo

Na terceira fase, acontece a avaliação do processo atual para que novas melhorias possam ser implementadas futuramente.
Se o plano não sair como planejado e o problema em questão não for resolvido, deve-se voltar para a análise de processo até que novas alternativas sejam desenvolvidas.  

Conclusão

Em um cenário de transformações econômicas e com a competitividade do setor chegando a níveis nunca antes vistos, construtoras e incorporadoras precisam melhorar seus processos, isto é, gerenciar o processo produtivo com mais clareza, facilidade e transparência.

Por isso, devem perceber a gestão de processos não apenas como um custo, mas como investimento: É a oportunidade para sair na frente e se destacar dos concorrentes, mostrando para todo o mercado o quanto é organizada e produtiva. 

Um passo importante para as empresas que sentem dificuldade em cumprir seus desafios e ainda conquistar um diferencial competitivo no setor de construção civil.

Precisando de ajuda para melhorar os processos na sua empresa? Conte com a expertise da CLG Engenharia Consultiva para trazer melhorias contínuas para as operações do seu negócio e descubra como usar a gestão de processos na construção civil como atalho para o sucesso!

veja também

Artigos

14 tendências para construção civil que você deve considerar nas suas obras de 2020

Como manter a empresa competitiva em 2020 em um setor que avança a passos largos, como o de engenharia civil? Venha descobrir as tendências para construção civil no próximo ano. 

Artigos

Qual a importância do gerenciamento de projetos na construção civil?

Entre novas tecnologias construtivas e metodologias de gestão que ganham corpo estão o gerenciamento de projetos na construção civil. Entenda sobre o assunto.

Instagram

CONHEçA A EMPRESA

Faça o download da apresentação e portfólio da CLG