home | news

Post

Projeto de fundação: o que é e quais as suas principais características

imagem postagem
28/08/2019

Quem trabalha com construção civil sabe que existem vários projetos fundamentais para a boa execução de uma construção. Quando o assunto é a sustentação da obra, no entanto, o que não pode ser negligenciado é o projeto de fundação. Um documento indispensável para a construção de qualquer edificação.

Tem dúvidas sobre o que é projeto de fundação e por que ele é tão importante para viabilizar projetos com economia, qualidade e segurança? Chegou a hora de esclarecer todas elas. Confira a seguir um post completo sobre o tema.
 

O que é fundação?

Antes de entender o que é projeto de fundação é importante ter em mente o que é fundação. De um modo bem simples e direto, fundação é a infraestrutura da edificação

Existem vários tipos de elementos de fundação, mas, de modo geral, eles se dividem em dois grupos: fundações superficiais e fundações profundas.

Fundações superficiais têm no máximo dois metros de profundidade, como radier e sapatas. Já as fundações profundas devem ser apoiadas em uma profundidade maior, como estacas e tubulões.

O principal fator para definição entre fundações profundas e superficiais é a profundidade em que está a resistência necessária. Utiliza-se a fundação profunda quando a camada resistente está muito abaixo da superfície do solo e fundação superficial quando quando a camada resistente está nos primeiros metros abaixo da superfície do solo.
 

Para que serve a fundação de uma edificação? 

Podemos dizer que ela funciona como a base da obra. Quando realizada da maneira correta, e por profissionais capacitados, é capaz de suportar a carga do restante da construção sem que ocorram patologias como trincas, por exemplo. 

Os elementos da fundação recebem as cargas da estrutura e as transmitem ao solo. Então, em outras palavras, fundação é o que faz com que a edificação se mantenha de pé. 

Por isso mesmo, escolher as fundações de uma construção requer atenção e conhecimento técnico. O que envolve um bom projeto de fundação. Afinal, simples descuidos podem ocasionar prejuízos irreversíveis, o que inclui até mesmo a necessidade de demolição da edificação.
 

E o projeto de fundação?

O projeto de fundação define e detalha o tipo de fundação adotada em uma construção.

Um serviço que deve ser direcionado e dimensionado de acordo com a norma técnica NBR 6122 - Projeto e Execução de Fundações, a qual direciona os serviços de projeto de fundação no Brasil. 
 

Qual é a importância do projeto de fundação em obras?

Depois de entender o que é projeto de fundação fica bem mais fácil assimilar sua importância. Como se trata de acertar na escolha do tipo de fundação mais adequado para a edificação, é o projeto de fundação que garante a qualidade e segurança da construção.

Caso não seja escolhido corretamente, pode gerar imprevistos como patologias e recalques do solo. O que aumenta e muito os custos da obra.
Assim sendo, as vantagens de realizar um projeto de fundação com eficiência são vários. É ter uma edificação mais econômica, segura e, inclusive, poder obter uma maior margem de lucro sobre o projeto executado. 
 

Fatores que devem ser observados para fazer um projeto de fundação

Antes de fazer um projeto de fundação é preciso entender quais fatores devem ser considerados para sua correta elaboração. Isso porque existem várias frentes que precisam ser avaliadas para que um projeto possa receber as fundações adequadas.

1. Solo

Investigar o solo é o primeiro passo para fazer um projeto de fundação eficiente.

Ao conhecer as condições do terreno de fundação e o tipo de solo em que a obra deverá ser executada fica mais fácil pensar em termos estruturais. Com essas informações em mãos será possível determinar a resistência do solo e entender o melhor tipo de fundação para o mesmo.

Para realizar esse tipo de investigação, chamada de investigação geotécnica, é possível utilizar a execução de sondagens.

A sondagem verifica a presença de obstáculos no terreno, capacidade de suporte do solo, presença de lençol freático, caracterização do solo, sendo realizada através da coleta e análise de amostras do solo.

2. Topografia da área

Outra característica que precisa ser avaliada é a topografia da área a ser construída e, mais precisamente, que vai receber a fundação. 

A realização desse tipo de estudo permite constatar informações como o relevo do terreno e presença de elementos como água, erosões, solo mole e taludes. O que permite a identificação de especificidades da superfície do terreno e se existem potenciais pontos críticos.

3. Construções vizinhas

Como algumas construções provocam vibração no solo existem chances que venham a abalar estruturas de edificações das redondezas. Por isso, é recomendado fazer um laudo técnico, registro escrito e fotográfico sobre a situação atual das construções vizinhas.

Para esses documentos devem ser observados os tipos de estrutura das edificações vizinhas, a existência de subsolo e o estado de conservação.

Com essas informações em mãos é possível elaborar um projeto de fundação que não prejudique as construções mais próximas.   

4. Projeto estrutural

Já tem informações sobre a estrutura da edificação? Melhor ainda.

A partir da análise do projeto estrutural o engenheiro projetista poderá entender a disposição das estruturas de contenção, pilares e outros elementos de fundação.

O documento também deve transmitir informações sobre as cargas da edificação, o que permite que saiba quanto será transmitido ao solo.  

5. Recursos disponíveis

Para elaborar o projeto de fundação é necessário ainda avaliar a disponibilidade de recursos financeiros e técnicos. Recursos financeiros dizem respeito ao investimento envolvido. Já os técnicos, sobre a experiência da equipe com tipos de fundação específicos.

6. Tipos de fundações mais adequadas

Depois de averiguar os fatores anteriores, o próximo passo é realizar um estudo comparativo entre os tipos de fundações possíveis. 

Isso ajuda a entender o que cabe no orçamento, o que oferece mais segurança para a estrutura e quais soluções têm custo menor para a execução.

Conclusão

Com um projeto de fundação bem feito sua obra certamente terá acesso a vários benefícios, como o aumento da segurança e da facilidade na execução. Mas outros importantes ganhos dizem respeito à economia que este projeto gera e à redução de dor de cabeça com possíveis transtornos.

Então, para encontrar um profissional qualificado avalie a economia que ele pode trazer para a realização da sua obra e também na capacidade de reduzir imprevistos com a sua edificação e as construções vizinhas.

Precisando de ajuda? 

A CLG Engenharia Consultiva pode facilitar a elaboração do projeto básico e detalhado para esta fase decisiva da obra

Com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, conduzimos o projeto de fundação e oferecemos todo apoio técnico que a sua empresa precisa. O que inclui a realização do projeto básico conceitual, projeto de fundação detalhado e o suporte ao gerenciamento de obra. Entre em contato para reduzir custos na execução do empreendimento e entregar obras com qualidade e segurança! 

 

veja também

Artigos

O que é planejamento de obras e por que ele é tão importante?

Essencial para o sucesso de qualquer empreendimento, o planejamento de obras é a etapa mais importante de um projeto construtivo, pois prevê falhas e evita possíveis prejuízos.

Artigos

Qual a importância do planejamento e controle de obras em um empreendimento?

Ao contrário do que parece, o planejamento e o controle de obras vão muito além de prever datas e prazos em projetos de engenharia civil. Saiba mais.

Instagram

CONHEçA A EMPRESA

Faça o download da apresentação e portfólio da CLG